FMI e Ebola

A matéria tem limitações importantes mas levanta um argumento razoável: até que ponto as políticas ditas “de austeridade” que priorizam o pagamento da dívida sobre os gastos “sociais” podem ser responsáveis por danos muito mais graves às sociedades que porventura precisem das suas linhas de crédito?

FMI, parcialmente responsable de crisis de Ébola: estudio http://t.co/78xryTV3qZ

Anúncios